A inventora de quebra-cabeças – Antônia Sobral

postado em: entrevista, PuzzleMe | 0

Descobri o ateliê da Antônia Sobral, pela Priscila da Tato Quebra Cabeça e Arte. A Antônia tem uma história de vida super interessante que envolve artesanato e quebra-cabeças, então resolvi que deveria conhecer um pouco mais dessa história e trazer para vocês!

A conversa se deu toda por e-mails e facebook, pois a Antônia, apesar de ser de São Paulo, hoje mora em Minas Gerais.

Está preparado para muitas coisas exclusivas e diferentes? Prepare se, pois eu fiquei de queixo caído algumas vezes com as imagens e vídeos dessa matéria!

 

 

Nossa convidada do mês – Antonia Sobral – a artesã de quebra cabeças

 

031 a (2)

 

 

Puzzle Me: Por que você se tornou uma artesã? Começou com que idade? Foi algo que nasceu com você ou teve algum insight?

Antônia Sobral: Essa pergunta me remeteu a um passado distante e me fez pensar…
Na verdade, nunca me considerei uma artesã, mas sim uma inventora de quebra-cabeças inusitados. Entretanto, usei a palavra “artesanal” para dar nome ao meu trabalho, querendo deixar claro que todo o processo é feito com as mãos, tendo como produto uma única e exclusiva obra.
Minha família é formada por pessoas habilidosas com as mãos. Meu avô tinha uma oficina nos fundos de sua casa onde havia muitas ferramentas e ele sempre estava lá consertando ou construindo coisas. Era um lugar mágico para mim. Minha avó era quituteira de mão cheia.. Minha mãe tinha amor por pintura e desenho, minha tia, pelas notas do piano. Minhas irmãs e eu vivíamos nesse ambiente, e, como não bastasse, nas escolas públicas daquele tempo havia a matéria “Artes” onde se aprendia a bordar, tricotar, pintar em tecido, fazer trabalhos em couro.

Hoje, com a vida mais tranquila, retomamos algumas habilidades: a mais velha de nós faz crochê e colagens nas paredes; a do meio, faz tricô e embalagens; e eu crio quebra-cabeças.

 

Puzzle Me: Você monta quebra-cabeças? Lembra qual foi o último? 

Antônia Sobral: Sim, claro, amo montar quebra-cabeças!

O último foi “The Soda Fountain” – 3000 peças, da SunsOut.  Muito gostoso de montar, mas as peças eram quase todas iguais no formato e isso me incomodou bastante.

 

soda montado the soda caixa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quebra cabeça: “The Soda Fountain”

Qtd de peças: 3000

Marca: SunsOut

 

Puzzle Me: Você se lembra do seu primeiro quebra-cabeça?

Antônia Sobral: Sim, um que ganhei de minha irmã, quando voltou de uma viagem aos EUA, eu tinha 16 anos. Posso me lembrar da surpresa que esse presente causou em mim, tanto por ser diferente de todos os presentes que eu tinha ganho até então, quanto pela sua beleza: uma pintura abstrata, toda colorida, com peças bem irregulares, como pode-se ver na foto. Minha irmã certamente jamais poderia imaginar que aquele presente despertaria em mim uma paixão por esse jogo e que hoje seria umas das minhas atividades de que mais gosto.

 

Sem título

Pintura abstrata da expressionista americana Grace Hartigan

“Billboard” – 1957

 

Puzzle Me: De onde veio a inspiração de fazer os Quebra-Cabeças? Como é feito o processo de criação?

Antônia Sobral: A paixão por montar quebra-cabeças me levou a querer criar os meus próprios. Por volta do ano 2001 quis comprar um, cuja imagem era de um menininho em preto e branco, sentado no chão, vestido com roupas anos 20, mas ele não mais existia no mercado. Foi então que tive a ideia de usar fotos antigas de família para tentar criar um semelhante àquele.
Foi aí que tudo começou.
Percorri alguns caminhos, bati em algumas portas, fiz experiências, até que o universo passou a conspirar a meu favor! Chegou até mim o endereço da gráfica de um ex-funcionário da Grow, que justamente trabalhava com facas de corte “jigsaw”. Fui sem demora ao local de trabalho dele levando minha ideia desenhada num papel. Com muita paciência ele me ouviu e não apenas aprontou a faca imediatamente, como também me ajudou a descobrir uma maneira de fazê-la funcionar, não com máquina, mas manualmente. Assim nasceu o método que uso para cortar papelão no formato de peças de quebra-cabeça. Veja o resultado no vídeo (que está em movimento acelerado):

 

(Eu, Daniela, preciso ser sincera… esse video me deixou com o queixo caído, nunca havia visto o processo manual de produção de um quebra cabeça! )

 

(Antônia continua…) Satisfeita com o resultado, passei a presentear amigos e familiares com quebra-cabeças feitos sobre fotos significativas de suas vidas e, até 2008, recebi muitos pedidos de encomendas para quebra-cabeças personalizados.

 

foto antiga

 

Em 2014 decidi fazer minhas próprias pinturas, criando formatos e modelos exclusivos.

 

Puzzle Me: Quanto tempo demora para fazer um quebra cabeça artesanal? Eles tem quantas peças? São de madeira?

Antônia Sobral: Cada um é uma obra diferente, portanto o tempo para cria-los é muito variável, dependendo do método usado na pintura e do grau de complexidade do modelo. Assim também o número de peças de cada um varia conforme o tamanho. Eles não são, absolutamente, padronizados.

Esse sistema de confecção que criei só é possível para base de papelão. Não faço em madeira.  De madeira são somente as caixas onde os coloco depois de prontos, que são pintadas de acordo com o tema de cada quebra-cabeça.

 

Puzzle Me: Quantos modelos você já criou?

Antônia Sobral: Meu acervo atual conta com 7 obras:

 

  • JANELAS – foi o primeiro que criei. Um pouco timidamente, comecei com uma pintura em verniz monocromática, com elementos vazados e peças duplas. A intenção era fazer um quebra-cabeça com alto grau de dificuldade na montagem. A parte de trás é toda colorida, mas não facilita, já que cada pecinha é pintada de uma cor.

 

janelas  janela 3

 

caixa janela

Tamanho : 16 x 60 cm

Quantidade de peças: 164 peças

Valor: R$100,00

 

 

  • FLORES – com contorno irregular, alguns elementos vazados e peças duplas. Pintura em verniz, bicromático e também com alto grau de dificuldade.

 

caixa flores

flores 2

flores1

 

Tamanho: 80 x 50 cm

Quantidade de peças: 704 peças

Valor: R$450,00

 

 

  • O VÔO DO BEIJA-FLOR – composto por 2 partes independentes, contorno irregular, pintura em giz pastel. O tema sugere um beija-flor entre flores. Mas a ideia de fixar o beija-flor na pintura não estava me agradando, então a solução foi deixa-lo “voar”! Através da combinação de botão e buraco pode-se colocar o beija-flor em dois lugares diferentes sobre as flores e alterar sua posição.

 

Tamanho: 68 x 71 cm

Quantidade de peças: 955 peças

Valor: R$955,00

 

beija flor2beija flor 3 beija flor 1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

caixa beija flor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • OS 5 GATOS – composto por 7 partes – 1 base retangular e 6 quadrados auxiliares – que se compõem formando os 5 gatos. Movendo-se os quadrados sobre a base, os gatos aparecem. Pintura em giz pastel.

 

gatos

gatos 4

 

Tamanho: 40,5 x 80,5 cm

Quantidade de peças: 1005 peças

Valor: R$1005,00

 

Acompanhe e encontre os 5 gatos no Quebra-Cabeça!

 

 

 

  • CAVALO-MARINHO – composto por 5 partes – 1 base e 4 rodas dentadas – que se compõem formando o cavalo-marinho. Este pode ser movimentado graças ao sistema de “buraco/botão” nas rodas dentadas, sugerindo seu nado. Pintura em giz pastel.

 

cavalo marinho2 cavalo marinho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tamanho: 58 x 55,5 cm

Quantidade de peças: 426 peças

Valor: R$426,00

 

Esse quebra cabeça é uma loucura com suas engrenagens! Cores, formas e beleza em movimento!

 

 

 

  • NÓ-DE-SERPENTE – esse quebra-cabeça sugere uma serpente que se enrola em seu próprio corpo. Seu formato é composto basicamente por “tiras” que se sobrepõem, ora por cima, ora por baixo. Para que as peças possam “subir e descer” suavemente sem fazer degraus, foram criadas rampinhas auxiliares. Pintura acrílica, com efeito craquelê.

 

12744062_10153850781513116_2166767929033732386_n

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

nó da serpente

 

Tamanho: 60 x 38 cm

Quantidade de peças: 445 peças

Valor: R$667,00

 

 

 

 

  • DEDUASCABEÇAS – o formato em “tiras” do quebra-cabeça da serpente abriu um leque de possibilidades de criação. Então, um outro com o mesmo tema foi criado, com a diferença de que a serpente de duas cabeças faz vários “loopings” ao longo de seu corpo. Para isso também foram usadas rampinhas auxiliares. Pintura acrílica, com efeito craquelê.

 

duas cabeças

 

 

 

 

Tamanho: 80 x 43 cm

Quantidade de peças: 633 peças

Valor: R$950,00

 

 

Antônia Sobral: Atualmente me dedico a um pequeno quebra-cabeça cujo tema é VITRAL. Nele farei uma experiência em vitrificar as peças.

Com exceção dos primeiros quebra-cabeças, todo o processo de criação dos outros podem ser vistos no blog: manfaritapuzlo.blogspot.com.br

 

Não encontrei ainda ninguém, pelo mundo, que fizesse no papelão esse tipo de trabalho.

Espero que tenham gostado deste mergulho no mundo das criações de quebra-cabeças!

E para concluir, vou fazer aqui uma proposta inédita: aqueles que têm ideias geniais para quebra-cabeças exclusivos, ou que queiram transformar uma pintura em quebra-cabeça,  entrem em contato comigo pelo e-mail: antoniasobral@gmail.com . Quem sabe não criamos um grupo de obras raras, ops! quer dizer, puzzles raros!

Até!

Antônia

 

Essa matéria sobre a Antônia foi realmente um banho de conhecimento! Afinal, nosso hobby é cheio de mistérios e descobertas incríveis como esses puzzles exclusivos e únicos! Da minha parte Antônia, saiba que você me fez ficar de boca aberta algumas vezes com tantos puzzles incríveis e cheios de cores, formas e as opções de montagem! Diferente de tudo que já vi, e olha que eu pesquiso muito!

É possível comprar os quebra- cabeças da Antônia, ela aceita tanto deposito em conta com pagamentos pelo PayPal, para maiores informações entre em contato pelo e-mail dela: antoniasobral@gmail.com

Deixo aqui meus parabéns a Antônia e que ela crie cada vez mais quebra-cabeças para esse nosso mundo de puzzlebilidades!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário!

Um Abraço!

Petras